Crianças de Soure aprendem em escola encerrada há dois anos

. quinta-feira, 30 de setembro de 2010
  • Agregar a Technorati
  • Agregar a Del.icio.us
  • Agregar a DiggIt!
  • Agregar a Yahoo!
  • Agregar a Google
  • Agregar a Meneame
  • Agregar a Furl
  • Agregar a Reddit
  • Agregar a Magnolia
  • Agregar a Blinklist
  • Agregar a Blogmarks

Muitas escolas encerraram, este ano. Contudo, a EB 1 do Casal do Redinho mantém-se “aberta”, apesar de estar fechada “no papel”, com poucas condições, sem equipamento informático, sem auxiliar de educação e apenas com seis alunos.

Estas são apenas algumas das carências que preocupam os encarregados de educação das duas meninas e quatro meninos que frequentam o 2.º, 3.º e 4.º anos.

Mas, com a chegada do inverno, o frio vai tornar a situação ainda mais negra. Tudo porque a professora se recusa a acender a única salamandra que existe no edifício.

Os pais estão revoltados e querem que as crianças sejam transferidas para a escola de Alfarelos.

In Diário As Beiras
Foto de Gonçalo Manuel Martins